DESTAQUE DO JAPIIM

O goleiro Axel Lopes foi o responsável de assegurar o empate da partida no Maximino Porpino. Em partida de poucas oportunidades, Axel foi decisivo em três oportunidades de gol do Paysandu com defesas importantes. Com suas intervenções, o goleiro garantiu ao Castanhal a oportunidade de jogar por uma vitória simples na partida de volta da semifinal, na Curuzu, para ir á final do certame.

 

DESTAQUE DO PAPÃO

Marlon foi o homem que deu dinamismo ao Paysandu enquanto estave bem fisicamente. Diferente do seu comportamento nas partidas anteriores, que não se saiu bem, o camisa 10 procurou o jogo e chamou a responsabilidade em diversas oportunidades , principalemnte pelo lado direito. Foi ele que conseguiu acertar o travessão de Axel Lopes ainda no primeiro tempo.

 

PRIMEIRO TEMPO

Primeiro tempo com baixa qualidade de futebol. Castanhal e Paysandu realizaram uma partida bastante truncada, e piorou depois que a forte chuva caiu sobre o estádio Maximino Porpino. A primeira e grande oportunidade de gol ocorreu somente aos 26 minutos, com uma cabeçada do volante Denilson, do Paysandu. Depois vieram outros lances com chutes de fora da área de Gui Campana e Pecel. Já pelo Papão, uma cobrança de falta perigosa de Marlon chegou a bater na trave e não foi capaz de inaugurar o placar.

SEGUNDO TEMPO

Com o gramado castigado pela chuva, Papão e Japiim procuraram explorar bem as beiradas do campo. Só que foi o Paysandu que teve as melhores oportunidades do jogo com Elyeser e Bruno Collaço, principalmente, mas pararam nas excelentes defesas de Axel Lopes. Pelo lado do Castanhal, Fidélis imprimiu um ritmo mais forte ao entrar para a etapa complementar. Ele foi o responsável pelas boas investidas pela direita do ataque do time aurinegro. Porém, não conseguiu criar grandes oportunidades de gol.

 

Fonte: G1
Foto: John Wesley