corrida ao Senado promete fortes emoções para os próximos dias. As últimas pesquisas apontam empate técnico em nove unidades da Federação. Em 16 estados o primeiro colocado aparece com pelo menos dez pontos percentuais de frente sobre o adversário mais próximo. Apenas em oito, onde o líder desponta com ao menos 20 pontos de vantagem, pode-se dizer que há franco favoritismo.

Os dados são de levantamento feito pelo Congresso em Foco com base nas pesquisas mais recentes divulgadas pelos institutos Datafolha, Ipec e Real Time Big Data. Os números, evidentemente, estão sujeitos a mudanças e se referem aos dias em que os levantamentos foram realizados, o que varia de estado para estado. Estão em jogo este ano apenas 27 cadeiras de senador, somente uma por unidade federativa.

A disputa mais acirrada, conforme as pesquisas divulgadas nos últimos dias, dá-se no Rio Grande do Sul. Segundo levantamento do Real Time Big Data divulgado nessa sexta-feira (23), o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) cresceu e aparece empatado com 24% das intenções de voto com o ex-governador Olívio Dutra (PT). Ambos estão empatados tecnicamente ainda com a ex-senadora Ana Amélia (PSD), com 22%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Além do Rio Grande do Sul, os primeiros colocados também distantes dentro da margem de erro no Distrito Federal, no Espírito Santo, em Minas Gerais, no Pará, na Paraíba, no Rio Grande do Norte, em Sergipe e em Tocantins. No DF, a ex-ministra Damares Alves (Republicanos) reagiu nos últimos dias e se aproximou da também ex-ministra Flávia Arruda (PL), que liderava até então com folga. Damares é apoiada publicamente, inclusive no horário eleitoral, pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Outro ex-ministro de Bolsonaro que melhorou nas pesquisas foi Rogério Marinho (PL), que agora também aparece empatado tecnicamente com o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) na corrida ao Senado. Mas, assim como Damares, Marinho aparece em segundo lugar.

 

A caminho do Senado

Por outro lado, a eleição parece definida em Alagoas, com Renan Filho (MDB); Bahia, com Otto Alencar (PSD); Ceará, com Camilo Santana (PT); Maranhão, com Flávio Dino (PSB); Mato Grosso, com Wellington Fagundes (PL); Mato Grosso do Sul, com Tereza Cristina (PP); Piauí, com Wellington Dias (PT), e Rio de Janeiro, com Romário (PL). Os oito candidatos estão com pelo menos 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

A situação de Camilo, ex-governador cearense, é a mais confortável. Segundo o Ipec, ele lidera com 66% das intenções de voto. A segunda colocada, Kamila Cardoso (Avante), tem apenas 13%. Dino também tem a eleição encaminhada, com 59% ante 21% do senador Roberto Rocha (PTB). Além do petebista, Dario Berger (PSB-SC), Telmário Mota (Pros-RR) e Acir Gurgacz (PDT-RO) também estão em situação delicada nas últimas pesquisas, distantes dos líderes. Ex-ministra da Agricultura de Bolsonaro, Tereza Cristina também se encaminha para uma eleição tranquila, com 42% ante 17% de Odilon de Oliveira (PSD).

O PT e o PSD, com três nomes cada, são os partidos com mais senadores na liderança naqueles estados onde não há empate técnico. PL, PP, PSB e União Brasil lideram em duas unidades federativas. MDB, PSDB, Podemos e Republicanos estão à frente em um estado cada.

O quadro das pesquisas, a uma semana da eleição, aponta equilíbrio entre os candidatos que apoiam o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL). Seis bolsonaristas e sete lulistas despontam com favoritismo. Já entre os ex-senadores que tentam voltar ao Congresso, alguns aparecem em desvantagem em relação a levantamentos anteriores, como Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Romero Jucá (MDB-RR), que viram Omar Aziz (PSD-AM) e Dr. Hiran (PP-RR) ampliarem a vantagem. Mas, até o próximo domingo, 2 de outubro, muita coisa pode mudar.

 

Veja a situação nos estados:
Levantamento feito com base em pesquisa do Datafolha, do Ipec e do Real Time Big Data

 

Acre

– Alan Rick (União): 33%
– Ney Amorim (Podemos): 18%
– Marcia Bittar (PL): 15%
– Dr. Jenilson Leite (PSB): 9%
– Nazareth Araújo (PT): 6%
– Dra Vanda Milani (Pros): 4%
– Dimas Sandas (Agir): 1%
– Sanderson Moura: 1%
– Brancos e nulos: 4%
– Não sabe/Não respondeu: 10%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 16 e 18 de setembro
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00155/2022

 

Alagoas

– Renan Filho (MDB): 59% (56% na pesquisa anterior, de 1 de setembro)
– Davi Davino Filho (PP):  21% (17% na pesquisa anterior)
– Do Valle (Pros): 3% (4% na pesquisa anterior)
– Bombeiro Militar Suzana Souza (PMB): 2% (1% na pesquisa anterior)
– Mário Agra (PSOL): 1% (1% na pesquisa anterior)
– Em branco/nulo: 6% (9% na pesquisa anterior)
– Não sabe/não respondeu: 9% (12% na pesquisa anterior)

Pesquisa realizada entre 16 e 18 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número AL-01435/2022

 

Amapá

– Davi Alcolumbre (União): 44%
– Rayssa Furlan (MDB): 33%
– Capi (PSB): 9%
– Guaracy (PTB): 4%
– Sueli Pini (PRTB): 1%
– Gilberto Laurindo (Patriota): 1%
– Brancos e nulos: 4%
– Não sabe/Não respondeu: 6%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 14 e 16 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR‐03265/2022

 

Amazonas

– Omar Aziz (PSD): 30%
– Arthur Neto (PSDB): 23%
– Coronel Menezes (PL): 22%
– Luiz Castro (PDT): 5%
– Bessa (Solidariedade): 2%
– Pastor Peter Miranda (Agir): 2%
– Marília Freire (Psol): 2%
– Brancos e nulos: 8%
– Não sabe/Não respondeu: 6%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 14 e 16 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) com o número AM-01902/2022

 

Bahia

– Otto Alencar (PSD): 41%
– Cacá Leão (PP): 19%
– Raissa Soares (PL): 7%
– Tâmara Azevedo (Psol): 3%
– Marcelo Barreto (PMN): 3%
– Cícero Araújo (PCO): 3%
– Brancos e nulos: 13%
– Não sabe: 12%

Pesquisa Datafolha realizada entre 18 e 20 de setembro de 2022 com 1.526 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-09822/2022

 

Ceará

– Camilo Santana (PT): 66% (66% também na pesquisa anterior, de 9 de setembro)
– Kamila Cardoso (Avante): 13% (10% na pesquisa anterior)
– Érika Amorim (PSD): 3% (4% na pesquisa anterior)
– Carlo Silva (PSTU): 1% (1% na pesquisa anterior)
– Branco e nulo: 9% (9% na pesquisa anterior)
– Não sabe ou não respondeu: 8% (11%)

Pesquisa realizada entre 19 e 21 de setembro de 2022 com 1.200 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-02694/2022

 

Distrito Federal

– Flávia Arruda (PL): 28%
– Damares Alves (Republicanos): 21%
– Rosilene Corrêa (PT): 13%
– Joe Valle (PDT): 4%
– Yara Prado (PSDB): 1%
– Tenente Cel. Sousa Júnior (DC): 1%
– Pedro Ivo Mandato Coletivo (Rede): 1%
– Dr. Carlos Rodrigues (PSD): 1%
– Marcelo Hipólito (PTB): 1%
– Hélio José (Pros): 1%
– Elcimara Souza (PSTU): 0%
– Expedito Mendonça (PCO): 0%
– Não sabe ou não respondeu: 16%
– Branco/nulo: 12%

Pesquisa realizada entre 18 e 20 de setembro de 2022 com 1.504 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR- 00708/2022

 

Espírito Santo

– Rose Freitas (MDB): 31%
– Magno Malta (PL): 27%
– Erick Musso (Republicanos): 8%
– Carone (Agir): 2%
– Coronel Lugato (DC): 2%
– Filipe Skiter (PSTU): 1%
– Gilberto Campos (Psol): 1%
– Nelson Junior (Avante): 1%
– Brancos e nulos: 11%
– Não sabe/Não respondeu: 16%

Pesquisa Ipec realizada com 800 pessoas entre os dias 19 e 21 de setembro em 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos.
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-08282/2022

 

Goiás

– Marconi Perillo (PSDB): 28% (na pesquisa anterior, de 25 de agosto, estava com 24%)
– Delegado Waldir (UB): 18% (18% na pesquisa anterior)
– João Campos (Republicanos): 9% (7% na pesquisa anterior)
– Denise Carvalho (PCdoB): 6% (2% na pesquisa anterior)
– Alexandre Baldy (PP): 6% (4% na pesquisa anterior)
– Wilder Morais (PL): 5% (4% na pesquisa anterior)
– Vilmar Rocha (PSD): 4% (4% na pesquisa anterior)
– Leonardo Rizzo (Novo): 3% (1% na pesquisa anterior)
– Manu Jacob (Psol): 1% (1% na pesquisa anterior)
– Branco/Nulo: 8% (15% na pesquisa anterior)
– Não sabe/Não respondeu: 13% (19% na pesquisa anterior)

Pesquisa realizada entre 19 e 21 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-00938/2022

 

Maranhão

– Flávio Dino (PSB): 59% (na pesquisa anterior, de 23/9, estava com 50%);
– Roberto Rocha (PTB): 21% (21% na pesquisa anterior)
– Pastor Ivo Nogueira (DC): 4% (4% na pesquisa anterior)
– Saulo Arcangeli (PSTU): 2% (2% na pesquisa anterior)
– Antonia Cariongo (Psol): 2% (2% na pesquisa anterior)
– Branco/Nulo: 8% (5% na pesquisa anterior)
– Não sabe/Não respondeu: 15% (8% na pesquisa anterior)

Pesquisa realizada entre 17 e 19 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-08556/2022

 

Mato Grosso do Sul

– Tereza Cristina (PP): 42%
– Odilon de Oliveira (PSD): 17%
– Luiz Henrique Mandetta (União Brasil): 14%
– Tiago Botelho (PT): 5%
– Jeferson Bezerra (Agir): 0%
– Anizio Tocchio (Psol): 0%
– Brancos/nulos: 8%
– Não sabe/não respondeu: 14%

Pesquisa Real Time Big Data realizada entre 16 e 17 de setembro de 2022 com 1.000 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número MS-09079/2022

 

Mato Grosso

– Wellington Fagundes (PL): 40% (39% na pesquisa anterior, em 31 de agosto)
– Neri Geller (PP): 14% (10% na pesquisa anterior)
– Antônio Galvan (PTB): 4% (4% na pesquisa anterior)
– Jorge Yanai (DC): 3% (4% na pesquisa anterior)
– José Roberto (Psol): 4% (4% na pesquisa anterior)
– Kassio Coelho (Patriota): 3% (2% na pesquisa anterior)
– Feliciano Azuaga (Novo): 2% (2% na pesquisa anterior)
– Brancos e nulos: 13% (14% na pesquisa anterior)

Pesquisa realizada entre 12 e 14 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR -07150/2022

 

Minas Gerais]

– Cleitinho (PSC): 23%
– Alexandre Silveira (PSD): 18%
– Marcelo Aro (PP): 11%
– Sara Azevedo (Psol): 4%
– Pastor Altamiro Alves (PTB): 3%
– Bruno Miranda (PDT): 3%
– Irani Gomes (PRTB): 2%
– Dirlene Marques (PSTU): 2%
– Naomi de Almeida (PCO): 1%
– Brancos e nulos: 10%
– Não sabe/Não respondeu: 24%

Pesquisa Ipec realizada com 2.000 pessoas entre os dias 17 e 19 de setembro
Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-03269/2022

 

Pará

– Mario Couto (PL): 17%
– Beto Faro (PT): 16%
– Manoel Pioneiro (PSDB): 10%
– Flexa Ribeiro (PP): 9%
– Delegado Jardel (Podemos): 7%
– Renata Fonseca (PRTB): 2%
– Professor João Santiago (PSTU): 1%
– Sabbá (PMB): 1%
– Brancos e nulos: 14%
– Não sabe/Não respondeu: 23%

Pesquisa Real Time Big Data realizada com 1.000 pessoas entre os dias 2 e 3 de setembro em 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TER-PA) sob o protocolo PA-07332/2022

 

Paraíba

– Ricardo Coutinho (PT): 27% (na pesquisa anterior, de 29 de agosto, estava com 30%)
– Efraim Filho (União Brasil): 25% (20% na anterior)
– Pollyanna Dutra (PSB): 12% (8% na anterior)
– Bruno Roberto (PL): 6% (5% na anterior)
– Sérgio Queiroz (PRTB): 3% (2% na anterior)
– Manoel Messias (PCO): 2% (2% na anterior)
– Alexandre Soares (PSOL): 1% (1% na anterior)
– André Ribeiro (PDT): não pontuou (1% na anterior)
– Branco/nulo: 15%% (18% na anterior)

Pesquisa Ipec realizada entre 19 e 21 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-03015/2022

 

Paraná

– Alvaro Dias (Podemos): 36%
– Sergio Moro (União Brasil): 25%
– Paulo Martins (PL): 8%
– Rosane Ferreira (PV): 3%
– Orlando Pessuti (MDB): 2%
– Aline Sleutjes (Pros): 2%
– Desiree (PDT): 1%
– Laerson Matias (Psol): 1%
– Roberto França da Silva Junior (PCO): 1%
– Dr Saboia (PMN): 0%
– Branco/Nulo: 8%
– Não sabe/Não respondeu: 13%

Pesquisa Datafolha realizada com 1.200 pessoas entre os dias 13 e 15 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01166/2022

 

Pernambuco

– Teresa Leitão (PT): 25% (24% na pesquisa anterior, em 6 de setembro)
– André de Paula (PSD): 11% (10% na pesquisa anterior)
– Gilson Machado (PL): 9% (9% na pesquisa anterior)
– Guilherme Coelho (PSDB): 9% (9% na pesquisa anterior)
– Carlos Andrade Lima (União Brasil): 3% (2% na pesquisa anterior)
– Roberta Rita (PCO): 2% (3% na pesquisa anterior)
– Esteves Jacinto (PRTB): 2% (3% na pesquisa anterior)
– Eugênia Lima (Psol): 1% (2% na pesquisa anterior)
– Dayse Medeiros (PSTU): 1% (3% na pesquisa anterior)
– Brancos e nulos: 21% (19% na pesquisa anterior)
– Não souberam: 16% (17% na pesquisa anterior)

Pesquisa Ipec realizada entre 18 e 20 de setembro de 2022 com 1.504 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-00352/2022

 

Piauí

– Wellington Dias (PT): 46%
– Joel Rodrigues (PP): 26%
– Albetiza Moreira (PCO): 1%
– George Mágno (Psol): 1%
– Professor Ajosé (PMN): 1%
– Gervásio Santos (PSTU): 1%
– Branco/nulo: 12%
– Não sabe/não respondeu: 11%

Pesquisa realizada entre 9 e 11 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-02457-2022

 

Rio de Janeiro

– Romário (PL): 33%
– Alessandro Molon (PSB): 12%
– Clarissa Garotinho (União): 10%
– Daniel Silveira (PTB): 8%
– Cabo Daciolo (PDT): 6%
– André Ceciliano (PT): 6%
– Bárbara Sinedino (PSTU): 0%
– Prof. Helvio Costa (DC): 0%
– Sued Haidar (PMB): 0%
– Brancos e nulos: 13%
– Não sabe/Não respondeu: 11%

Pesquisa Datafolha realizada com 1.526 pessoas entre os dias 20 e 22 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-07687/2022

 

Rio Grande do Norte

– Carlos Eduardo (PDT): 30%
– Rogério Marinho (PL): 24%
– Rafael Motta (PSB): 15%
– Pastor Silvestre (PMN): 2%
– Shirlei Medeiros (DC): 1%
– Marcos do MLB (UP): 1%
– Marcelo Guerreiro (PRTB): 1%
– Geraldo Pinho (Podemos): 1%
– Freitas Jr (Psol): 1%
– Dario Barbosa (PSTU): 1%
– Branco/Nulo: 13%
– Não sabe/Não respondeu: 10%

Pesquisa Real Time Big Data realizada entre 9 e 11 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR-02457-2022

 

Rio Grande do Sul

– Hamilton Mourão (REP): 28%
– Olívio Dutra (PT): 28%
– Ana Amélia Lemos (PSD): 25%
– Comandante Nádia (PP): 2%
– Professor Nado (Avante): 1%
– Maristela Zanotto (PSC): 0%
– Paulo Rosa (DC): 0%
– Airto Ferronato (PSB): 0%
– Fabiana Sanguiné (PSTU): 0%
– Francisco Settineri (PCO): 0%
– Branco/Nulo: 5%
– Não sabe/Não respondeu: 11%

Pesquisa Real Time Big Data realizada com 1.000 pessoas entre os dias 21 e 22 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RS-09260/2022

 

Rondônia

– Mariana Carvalho (Republicanos): 26%
– Expedito Junior (PSD): 19%
– Jaqueline Cassol (PP): 14%
– Acir Gurgacz (PDT): 7%
– Jaime Bagattoli (PL): 7%
– Pastor Josinelio (PMB): 3%
– Dra. Rosangela Lázaro (Agir): 2%
– Branco/Nulo: 9%
– Não sabe/Não respondeu: 14%

Pesquisa Ipec realizada entre 14 e 16 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número RO‐00204/2022

 

Roraima

– Dr. Hiran (PP): 36%
– Romero Jucá (MDB): 27%
– Telmário Mota (Pros): 9%
– Juiz Helder Girão (PMN): 2%
– Dr. Ilderson (PTB): 2%
– Bartô Macuxi (Psol): 1%
– Maranhão do Povão (PDT): 1%
– Maurício Costa (Patriota): 1%
– Ozéas Colares (Podemos): 1%
– Brancos e nulos: 6%
– Não sabe/Não respondeu: 13%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 16 e 19 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-07216/2022

 

Santa Catarina

– Raimundo Colombo (PSD): 26%
– Dario (PSB): 13%
– Jorge Seif (PL): 9%
– Celso Maldaner (MDB): 7%
– Kennedy Nunes (PTB): 5%
– Afrânio Boppré (Psol): 3%
– Caroline Sant’Anna (PCO): 3%
– Luiz Barboza (Novo): 3%
– Hilda Deola (PDT): 2%
– Gilmar Salgado (PSTU): 21%
– Brancos e nulos: 8%
– Não sabe/Não respondeu: 20%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 17 e 19 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR‐07730/2022

 

São Paulo

– Márcio França (PSB): 30%
– Marcos Pontes (PL): 18%
– Janaina Paschoal (PRTB): 5%
– Aldo Rebelo (PDT): 4%
– Edson Aparecido (MDB): 3%
– Antônio Carlos (PCO): 2%
– Ricardo Mellão (Novo): 2%
– Vivian Mendes (UP): 2%
– Prof. Tito Bellini (PCB): 1%
– Dr. Azkoul (DC): 1%
– Mancha Coletivo Socialista (PSTU): 1%
– Brancos e nulos: 12%
– Não sabe/Não respondeu: 20%

Pesquisa realizada com 2.00 pessoas entre os dias 19 e 21 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-08282/2022

 

Sergipe

– Valadares Filho (PSB):23 % (na pesquisa anterior tinha 20%)
– Danielle Garcia (Podemos): 20% (na pesquisa anterior tinha 17%)
– Eduardo Amorim (PL):16 % (na pesquisa anterior tinha 18%)
– Laércio (PP): 15% (na pesquisa anterior tinha 11%)
– Henri Clay (PSOL): 3% (na pesquisa anterior tinha 2%)
– Airton Costa (DC): 2% (na pesquisa anterior tinha 2%)
– Heraldo Goes (PSTU): 1% (na pesquisa anterior tinha 2%)
– Branco/nulo: 9% (eram 17% na pesquisa anterior)
– Não sabe/não respondeu: 12% (eram 12% na pesquisa anterior)

Pesquisa realizada entre 19 e 21 de setembro de 2022 com 800 pessoas
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou menos
Registrada no TSE sob o número BR- 00708/2022

 

Tocantins

– Professora Dorinha (União): 26%
– Kátia Abreu (PP): 20%
– Carlos Amastha (PSB): 8%
– Ataídes de Oliveira (Pros): 8%
– Vilela do PT (PT): 3%
– Pastor Claudemir Lopes (Patriota): 3%
– Marcelo Cláudio (PRTB): 2%
– Andreia Schmidt (PMB): 1%
– Lazara Castro (DC): 1%
– Lúcia Viana (Psol): 1%
– Brancos e nulos: 10%
– Não sabe/Não respondeu: 18%

Pesquisa realizada com 800 pessoas entre os dias 16 e 18 de setembro de 2022
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE-TO) sob o número TO‐09696/2022

 

Fonte: Congresso em Foco/UOL
Foto: Divulgação